quinta-feira, 14 de julho de 2016

NASA encontra buraco enorme na superfície do Sol

Esse buraco é chamado de "buraco coronal", um fenômeno astronômico que aparece na coroa do Sol de vez em quando. De acordo com a NASA, esses buracos marcam pontos de baixa densidade onde o campo magnético do Sol abre livremente no espaço, permitindo que o material quente da corona saia para fora. Devido a isso, as áreas têm plasma muito menos quente do que nos seus arredores mais quentes, fazendo com que pareçam escuras.


"Buracos coronais são a fonte de um vento de alta velocidade de partículas solares que flui fora do sol cerca de três vezes mais rápido que o vento mais lento em outros lugares", disse a NASA. Eles podem aparecer em qualquer lugar da estrela, em semanas a meses de cada vez e pode medir até um quarto da superfície do sol.

Embora isso não leve um fim do mundo de fato, eles podem levar a alguns problemas irritantes na Terra. Ventos solares liberados da corona pode formar tempestades solares, que podem perturbar os sistemas de satélite e de comunicação de rádio. [ScienceAlert]